Jundiaí é um município do estado de São Paulo, no Brasil. Localiza-se a 23º11’11” de latitude sul e 46º53’03” de longitude oeste, a uma altitude de 761 metros. Dista 57,7 quilômetros da capital do estado. Com 405.740 habitantes é, no estado, o 15° município mais populoso e o sétimo maior fora da Grande São Paulo. Também é o 59° maior do Brasil, sendo maior que quatro capitais estaduais. Seu nome é uma referência ao Rio Jundiaí, cujo nome é proveniente da língua tupi, significando “rio dos jundiás”.

Apresentou, em 2013, um produto interno bruto de mais de R$36,6 Bilhões, colocando o município na 18° posição em todo o país, à frente de dez capitais, sendo o sétimo município mais rico estado de São Paulo. Em 2013, seu índice de desenvolvimento humano atingiu 0,822, levando a cidade à 11° melhor posição do Brasil e quarta melhor do estado.

Segundo a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, Jundiaí é a quinta cidade com maior qualidade de vida do Brasil, apresentando um Índice FIRJAN de Desenvolvimento Municipal de 0,9184. Também é um dos municípios mais seguros do Brasil e do Estado de São Paulo, com um risco de homicídio de 6,88 por 100 mil habitantes (índice de 2012). É, também, primeiro lugar em saneamento básico, no ranking do Instituto Trata Brasil, entre as cidades acima de 300 000 habitantes. Entretanto, esses fatos contrastam com o fato da cidade ter apresentado nos últimos anos um crescimento no nível de desigualdade social. Possui conurbação consolidada com Várzea Paulista e Campo Limpo Paulista, além de estar em processo de conurbação com Itupeva. As cidades mencionadas fazem parte da Aglomeração Urbana de Jundiaí juntamente com os municípios de Cabreúva, Louveira e Jarinu, totalizando cerca de 751 mil habitantes. O município está integrado — junto com a Grande São Paulo, a Região Metropolitana de Campinas, a Região Metropolitana de Sorocaba e a Baixada Santista — ao Complexo Metropolitano Expandido, uma megalópole que ultrapassa os 30 milhões de habitantes (cerca 75% da população paulista) e que é a primeira aglomeração urbana do tipo no hemisfério sul.

A paisagem mais marcante da cidade é a Serra do Japi, uma das grandes áreas de Mata Atlântica nativa contínua no estado de São Paulo, denominada como “Castelo de Águas” por muitos naturalistas, como o geógrafo Aziz Ab’Saber, devido a sua riqueza hídrica. Tombada em 1983 pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico e, posteriormente, regulamentada como reserva biológica. Declarada em 1992 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura como reserva da biosfera da mata atlântica.

Alguns aspectos do saneamento básico, tendo como base o ano de 2017:

  • Abastecimento de água: 100% da área urbana
  • Tratamento de esgoto : 98%  das zonas rural e urbana
  • Resíduos sólidos: 100% de coleta
  • Orçamento total:  R$2,2 bilhões.
  • Orçamento anual da Secretaria de Serviços Públicos: cerca de 8.6% do orçamento total do Município.
  • Em Janeiro de 2017, foram coletados 10.461 t de resíduos domiciliares e 1149 t de resíduos domiciliares selecionados, aterrados 10.922 t de resíduos e comercializados 414 t de recicláveis.

 

Site oficial: https://www.jundiai.sp.gov.br

FONTES: Wikipedia e Secretaria de Serviços Públicos / Prefeitura de Jundiaí